A compreensão auditiva em aulas de língua espanhola como língua estrangeira

María Ester Rosa da Silva, Talita dos Santos Gonçalves

Resumen


Este trabalho propõe-se investigar a compreensão de um texto oral por aprendizes brasileiros de Espanhol como Língua Estrangeira – ELE, através de inferências e estruturas linguísticas produzidas pelos participantes. Graham (2006) afirma que a compreensão auditiva é a destreza mais difícil na aprendizagem de uma língua estrangeira. O estudo de Long (1990), com aprendizes de ELE, indicou que eles compreendiam melhor um texto oral quando tinham conhecimento prévio sobre o tema. A metodologia de pesquisa consiste na elaboração de um questionário para os professores de espanhol do curso de Licenciatura em Letras Português - Espanhol da Universidade Federal do Pampa – campus Jaguarão, para saber como ensinam essa habilidade. Além dos professores do campus mencionado, dois alunos de cada semestre (oito alunos) também participaram da pesquisa. Para os alunos, foi apresentado um texto na modalidade oral em língua espanhola. O texto versa sobre o que é um gene?. Os alunos ouviram o texto duas vezes, sem interrupção. Esses participantes responderam por escrito o que compreenderam do texto.  Os participantes têm entre 20 a 35 anos, são naturais da cidade de Jaguarão e estudam pela primeira vez em um curso de língua estrangeira. Os participantes do primeiro semestre demonstram mais dificuldades de domínio da língua, enquanto os dos últimos semestres mostram dificuldades relacionadas ao tema do texto.


Texto completo:

PDF

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Revista bianual de actualización permanente SIGNOS ELE © Universidad del Salvador
Rodríguez Peña 770 2º - (1020) Buenos Aires, Argentina -http://www.usal.edu.ar 
URL: http://p3.usal.edu.ar/index.php/ele - ISSN 2469-0511